Depois de Auschwitz

Anne Sexton/Benatti     a raiva                                                     b negra como uma foice me prostra. A cada dia um  nazista pega   um nenê às 8 e o frita    no   café da manhã na  frigideira. enquanto  a morte ao espiar com olhar de indiferença esgaravata a sujeira da unha. O homem é o mal digo em voz alta.…

Combinação obsessiva de trapaças, paisagens interiores e amor ontológicos

Anne Sexton ocupada com a idéia de  código, rabisco rápidos sinais  ​​da esquerda para a direita e  da  direita para a esquerda, por vias obscuras, com base em  minhas próprias razões  e acreditando em minha palavra  como se fizesse testes com terceiros,   até que seus ritos secretos fizessem  sentido, ou então  que, súbito,  o termo…