Nos tempos em que o cinema, embora imanente, alimentava-se de transcendência

Luiz Roberto Benatti   Em 1937 ou 38, o escritor italiano Curzio Malaparte encomendou a Alberto Libera o projeto duma casa fantástica que se ergueu sobre o Golfo de Salerno. Era muito custoso chegar à residência de transcendental beleza. Libera, como inúmeros outros talentosos arquitetos meridionais, foi seqüestrado por Mussolini a fim de dar ao…