O sofrimento é doce como laranja amarga

Luiz Roberto Benatti quando visitei o Museu Gulag vi que a neve tinha a cor do carvão Страдание сладкое, как горькийапельсин não me perguntaram de onde viera porque eu levava numa bolsa vermelha a faca enferrujada dos que não tinham dentes duas coisas me encantaram os cômodos estreitos onde os culpados dormiam sem conhecer a arquitetura dos caminhos…