José Serra, entre o peixe e o Bandeirantes

O gráfico exibe com nitidez a curva em descenso de Celso Russomano e a ascendente de José Serra, próximos das quais estão linha e anzol do Haddad, auxiliado por Lula, pescador de águas turvas. Belo peixe que, ao contrário do de Ernesto Hemingway, nO velho e o mar, talvez não venha a ser devorado por tubarões de Brasília. O que era já não é mais e o que será está para ocorrer. José Serra será a garantia de que o lulopetismo não dobrará a espinha dorsal de SP para estabelecer a hegemonia do partido único, agremiação bolshevique de araque. Estampo, a seguir, o simpático poema da professora Maria da Graça Almeida, de Pindorama, intitulado “Peixe”: O peixinho prateado/no aquário sempre vejo!/Bem me fita,o assanhado,/só querendo me dar beijos.//Sua boca um “oi” miúdo/vai dizendo e isso é bom,/só o peixe, neste mundo,/fala “oi”, sem soltar som.

Luiz Roberto Benatti

Um comentário sobre “José Serra, entre o peixe e o Bandeirantes

  1. Marcos Valério soltará semana que vem bomba que compromete ainda mais a cúpula petista com Mensalão?

    A ilha da fantasia cercada e refém de políticos corruptos – como a ironia política costuma definir Brasília – tem uma previsão de tempo tempestuosa para a cúpula dos mensaleiros. Semana que vem, revoltado com a enorme chance de ser condenado a muitos anos de prisao, o publicitário Marcos Valério deve vazar informações bombásticas que podem agravar ainda mais a situação daqueles que realmente comandaram o Mensalão – incluindo quem sequer figurou como réu na Ação Penal 470. Era o boato que circulava ontem no Senado.

    Ontem, ficou claro que José Dirceu de Oliveira e Silva tem tudo para ser condenado, junto com os companheiros José Genoíno e Delúbio Soares, pelo crime de corrupção ativa no esquema do Mensalão. A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal tende a derrubar a tática defensiva petista de jogar apenas sobre Delúbio toda a responsabilidade sobre a gestão de recursos financeiros para a compra de votos de parlamentares. Por enquanto, Delúbio perde por quatro votos, e Dirceu e Genoíno, por 3 a 1. Outros seis ministros votam segunda-feira, na pós-ressaca eleitoral.

    Quem saiu ontem tanto ou mais derrotado que os defensores petistas foi o ministro Ricardo Lewandowski. Como de costume, e acabou se contradizendo, tentando desmoronar a tese da compra de votos, já sacramentada pela maioria do STF, incluindo ele mesmo. O relator também fracassou na pregação da inocência de Dirceu e Genoíno, alegando falta de provas para incriminá-los. Lewandowski se desgastou ao sustentar a tese lulista de que o “mensalão não existiu”. Pior ficou perante os colegas quando votou que o Ministério Público não apresentou nada além de “ilações” sem eco nos autos.

    Os ministros Rosa Weber e Luiz Fux, em votos técnicos, implodiram a revisão mal feita de Lewandowski sobre o pedido condenatório do relator Joaquim Barbosa. Rosa e Fux pediram a condenação de Dirceu e José Genoino. Rosa mandou muito bem: “O ordinário se presume, só o extraordinário se prova”. Fux frisou que que “a prova nem sempre é direta”: “Nós juízes nos valemos de regras de experiência. Será que nestas condições seria possível não saber? Isso o Supremo Tribunal de Portugal afirma que pode ser considerado prova aquele juízo de referência razoável”.

    Rosa Weber e Luiz Fux também deixaram claro que não dá para acreditar na tese de que Delúbio Soares fizesse tudo sozinho, que montasse um esquema para comprar parlamentares sem o conhecimento da cúpula petista. Rosa foi direta e objetiva, al lembrar que “sem corruptor não há corrompido”. Contrariando totalmente Lewandowski, a ministra ressaltou que o plenário do STF reconheceu o repasse de vantagens indevidas a parlamentares da base aliada do governo Lula e também reconheceu a ocorrência de crime de corrupção passava. Assim, ela sacramentou não só a cristalina existência do Mensalão, como a culpa conjunta de Dirceu, Delúbio e Genoíno.

    CAV

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.