Noite subjacente

001

Jonas R. Sanches, bardo e homo faber

E há a noite doente de estrelas
catapora cósmica de luzes
coçando o firmamento e arrebaldes
coçando a mente compulsiva.

E há a noite tão silenciosa
surdo-mudo o universo trágico
e é preciso vidência para contemplar
tudo aquilo que o poeta descreve.

E há a noite e uma coruja pia
curiangos esvoaçam a torre da catedral
e há a meia noite dividida;
repartida entre o bem e o mal.

E há a noite e plúmbeo é o firmamento,
no candelabro firmo a vela aos Orixás;
o guia no pescoço é abençoado
e os Guias que me protegem são Ciganos.

E há a noite e também os versos
insalubres às mentes subjacentes
e dos meus pecados são livros de julgamentos
mas das flores do meu canteiro sou eu quem cuido.

Nota sobre o poeta: Três ou quatro poemas escritos por Jonas, novos a cada dia, sobrenadam no Facebook à espera de leitor menos apressado que o visitante costumeiro. Jonas, como Jano, tem duas faces antitéticas: a que olha para o passado e a do futuro. A desassossegada ubiqüidade do poeta o impede de fincar pé no presente, por isso o arrasta de volta ao passado para impeli-lo, a seguir, rumo ao futuro. Como escreveu Zygmunt Bauman, “A cidade é o lugar do prazer e perigo, de oportunidades e ameaças. Ela atrai e repele …”É essa e não outra a razão de a noite estar doente de estrelas e coçar a mente compulsiva, ou dividir-se entre bem e mal. Aproximação e repulsa, quase-entrega e rejeição. Em nossa época, a marca mais evidente do vate é a do outsider, estrangeiro no próprio território de origem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.