Nós & os celulares somos adverbiais

001

Luiz Roberto Benatti

Embora Shakespeare não tivesse conhecido o celular, ele tudo sabia das células da mente e o coração. Vá lá e confira: “Young men love, then lie. Not truly in their hearts, but in their eyes”, afirmação que deverá ser emendada com outra: “Love looks not with the eyes but with the mind; and therefore is winged Cupid painted blind”. Shakespeare encapsulou o coração numa concha de pureza e, como São Lucas, nos advertiu para as armadilhas do olhar. Há singularidades nas citações, todavia, ao relê-las, dê-se conta de que os jovens não mentem em seus corações pulsantes, porque neles o embaraço, o tempo todo, erra o compasso nas notas do olhar. Mais do que os adultos, e milhões de vezes mais do que os idosos, os jovens gostam de desmentir Darwin na questão evolutiva da perda de uso do polegar: eles não abandonam o celular nem na hora do banho. O celular é seu olho de alcance, razão porque, ali, o coração não encontra lugar para se manifestar de modo pleno. O mundo é feito de imagens e elas nos arrastam num vórtice cósmico rumo ao Imponderável. A mentira do olhar digita no campo minúsculo do andróide as configurações da ubiquidade: no celular, perguntado onde estou, poderei dizer tanto aqui quanto alhures. O celular é a-tópico. Quando alguém crê, porque eu digitei particulares de minha geografia, que estou em Vênus, poderei de fato ter chegado a Saturno. Saturno era o local de meu pouso para o encantamento do olhar; Saturno me tirava da rotina paralisante para o balanço da agitação em companhia da  cultura rodopiante. Ninguém nos flagra na mentira do celular, a não ser que sejamos pegos pela campana gepeéssica. Há 70 anos, numa cabine de hotel, já podíamos mentir num velho telefone de pilha, porque tanto o telefone quanto o celular se fazem de acordo com as regras gramaticais do advérbio: sim & não, aqui ou ali, acolá. Somos adverbiais e imprevisíveis. A mentira é nosso disfarce para a evasão do Eu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.