O MESMO E O OUTRO  

 

001

Sérgio Roxo da Fonseca

 

Na porta do nosso elevador há sempre uma placa, alertando que somente devemos entrar nele depois de verificar se o mesmo já se encontra ali estacionado. Mas  poderia ser outro? Dizem que o texto reflete um erro lógico contido no texto da lei.

Se devo entrar depois de ter a certeza de que o “mesmo” ali se encontra,  é porque na mesma coluna há um “outro” transitando que pode me levar para o inferno.  Se o mesmo me conduzir até o quinto andar, para onde o outro poderia rumar se estiver percorrendo  aquele poço?

É fácil afastar o erro lógico e compreender a frase sem olhar para a besteira nela formalizada. São comuns acidentes em elevador, ou seja, naquele mesmo elevador que empurra o outro para o abismo da ignorância.

Há uns quarenta anos atrás, em Ribeirão Preto, no interior de um elevador com porta pantográfica, uma menina distraída colocou o seu pé em um dos espaços que, com a movimentação da máquina, foi arrancado. Foi levada para um hospital onde acabou falecendo.

Na Rússia um elevador quebrou-se  num determinado prédio. Ao ser consertado, a porta entreabriu-se. Uma senhora tentou passar pelo pequeno espaço exatamente quando a máquina voltou a funcionar, matando-a brutalmente.

Em março de 1971, o grande educador Anísio Teixeira desapareceu no Rio de Janeiro logo após visitar Aurélio Buarque de Holanda. Atribuiu-se o fato à repressão política que na época cometia os principais desatinos criminosos com registro na história brasileira. Dois dias depois o seu corpo foi encontrado no fundo do poço do elevador do prédio onde morava Aurélio Buarque de Holanda. Até hoje o fato está encoberto pelo manto de grande mistério, pois o corpo de Anísio não demonstrava os ferimentos próprios de uma grande queda.  Anísio não teria descido pelo mesmo? Teria descido pelo outro. Qual outro? Ninguém conhece a resposta.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s