Sobre homens ensandecidos em dias de chuva

001

Luiz Roberto Benatti

 permita-me falar de gênios para si mesmos enlouquecidos que vociferam que o Sol caminha de Leste para Oeste porque só eles sabem como girar a roda gigante do dia-a-dia

permita-me ouvir o vento brusco e a música da borrasca contra os tijolos da casa e os vidros da janela enquanto os gatos tiritam de frio na varanda e os condutores da massa balouçante agarra-se ao mastro do navio prestes a soçobrar

permita-me acreditar que a democracia não é apenas

um velho hino triunfante ou bandeira agitada num enclave entre céu e terra e  levada em triunfo por reis tresloucados que cutucam  a orelha e  a aba do nariz como se fizessem bolotas com   palavras estropiadas

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s