Jânio Quadros, Falstaff de caspas

001

 

Luiz Roberto Benatti

 

No dia 2 de agosto de 1961 (como os séculos correm ligeiro!), a polícia de Belo Horizonte apreendeu 38 contraventores e 54 galos de briga, a mando de JQ, inimigo emplumado das rinhas. Um deles – o mais notório – chamava-se Fidel Castro e tinha sido comprado de Cuba por 20 mil cruzeiros. Dos 54 galos, 52 foram degolados, cozidos e servidos a presidiários de Minas Gerais. Jânio proibiu também o uso do biquíni. O moralismo extemporâneo de JQ contaminou a classe média.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s