A pátria dos apátridas

001

Luiz Roberto Benatti

 

a mentira é rastilho de pólvora

rei e rainha são prisioneiros

quem decifrará a bomba?

 

da amurada o lanceiro conta

os corpos lançados na vala

quem soldará a coroa?

 

a pomba voltou sem a letra

o hino enferrujou o trombone

quem alimentará os falcões?

 

o céu tingiu-se de roxo

o que era drama virou  comédia

quem apunhalou as nuvens?

 

agora, quem dirá ao Sol

que reinaugure  a chuva

para um novo amanhecer?

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.