Ágrafos

001

Luiz Roberto Benatti

 

as letras projetam-se numa parede escura

por trás do rosto cinzento

você só distingue  vento enregelado

 

quem decifre o vento não há

não há quem diga

seu nome brilha como a rosa

 

num sorriso  quebrado

que eu tentarei remendar

no peito aquecido

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s