Attílio Frias Cypriano

001

Luiz Roberto Benatti

A casa em que Attílio morou com os pais e o irmão alterou-se por completo no interior, todavia a fachada ainda lembra a antiga construção que, nas décadas dos 50s, 60s e 70s, era local de ajuntamento de amigos. Ela se localizava entre a casa de Izabel Etruri e a Pensão Estrela; mais tarde, a casa de Indalécio Gomes.É o número 416 da Rua Maranhão. Todos os dias a tartaruga fazia o mesmo trajeto dos fundos até o ressalto do piso do consultório. Ao dar com a barreira, retornava para os fundos, a fim de recomeçar no dia seguinte. Um dia, não soubemos como, ela chegou à rua e, por certo, tomou os rumos do Rio São Domingos. O consultório do Dr. Attílio Cardarelli ocupava dois cômodos da casa e na parede externa você podia ler: “Attílio Cardarelli Cypriano, médico, operador, parteiro”. Um mundo desaparecido. Nessa casa, construí meu imaginário de adolescente. Mais tarde, morei com os irmãos no Rio de Janeiro, onde estudamos – Attílio e Ayrton formaram-se médicos e, agora, Attílio  filho era ginecologista, porque o parto deu lugar aos estudos sobre a mulher. As lembranças são muitas, a dor da perda não pode ser avaliada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s