Agora, onde estamos?

001

Luiz Roberto Benatti

 

M: Parece até mesmo que já estivemos noutro lugar. Mude a pergunta.

A: Vou tentar. Esse  bando que nos cerca quando estava onde?

M: Melhorou bastante. Vou aperfeiçoar. O bando que nos cerca nunca vai fundo naquilo que julga ser imundo.

A: Gostei. Aí vai o troco: Ergamos um brinde à glande do duende.

M: Vou arrasar. Entre o capote do conde e a gravata do visconde, cometo crime hediondo num crescendo fecundo.

A: Vamos ficar por aqui, porque o público vai atirar celulares em nós. Questão pessoal: Onde fica o seu adonde? Dentro ou fora do onde? E o quando?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s