Diário dum anarquista

001

Luiz Roberto Benatti

 

. Na entrevista com a futura noiva chamada Administração pública, o noivo enamora-se das articulações.

. Cego é aquele que tromba com as cadeiras, ergue-se furioso e atira tudo pela janela do 20º. andar.

. O espião sofre de dispepsia. Ele crê com muita devoção que São Tomé era um idiota:desde a aurora dos tempos, olho e cérebro não se entendem.

. O resultado da política contrariou a receita: a pimenta era doce, o açúcar amargo e os convidados não localizaram os banheiros.

. Depois do terceiro tapa nas costas, o eleitor foi-se consultar com o médico – as dores eram lancinantes – que o advertiu para o descolamento dos pulmões.

. À porta da prefeitura, juraram fidelidade eterna a tudo que fosse sagrado ou de Lei. Uma vez empossados, tomaram aulas diárias sobre como dar rasteiras.

. Aquele que mais apedreja não usa mertiolate.

. Quando os ratos abandonam o navio, o melhor é enviar um SOS para o iceberg.

. Do limão faça chiboca e convide os fiéis para uma bebedeira na Praça da Cotovia Celestial.

. Não basta exibir a carranca sem pisar na garganta dos coitadinhos.

. O azar da vida é que os pobres têm fome pelo menos até às 3 da tarde. Recomenda-se, então, arrebentar o relógio.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s