Rats and stars ou As estrelas estão inacessíveis para os pobres

 

001

Luiz Roberto Benatti

Num capítulo do 1984 de George Orwell, Winston é torturado por O’Brien que dele aproxima um rato. Além do medo, o rato simboliza também a depravação, mas, no mais das vezes, a miséria, a escassez, o mocó de telhas quebradas, chão batido, cães famintos. Com que propósito chamo eu ao meu adversário de rato, se não porque em mim o mecanismo do retorno do reprimido aflora? Assim, os conteúdos do consciente, afugentados, voltam a comandar minhas ações através de atos falhos, lapsos ou fantasias. A criança é pai do homem adulto, seja ele casto ou adúltero. A coisa pode vir de muito longe, de tempos imemoriais porém bem próximos se considerarmos que os fatos de história estão aí. No dia 11 de dezembro de 1942, os 100 tanques russos aniquilaram o 8º. exército italiano na Operação Saturno, Mataram também húngaros e muitos alemães.Mussolini conduziu a Itália à ignomínia. Feitos prisioneiros e internados em campos, outros 54 mil italianos morreram de fome, frio e doenças variadas, dentre as quais a flu ou a bubônica. Até hoje, essa mortandade não ficou esclarecida para os meridionais lúcidos. Vale a pena ler ou reler Of mice and men/Ratos e homens, de John Steinbeck, ou Os ratos, de Dyonélio Machado. Trabalhe bastante, ganhe dinheiro, compre um montão de coisas e vá em frente.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s