O mundo mudou-se. Para onde?

Luiz Roberto Benatti

 O que os órfãos de Oswald de Andrade deveriam ter-nos dito é se seus arrufos modernistas teriam valido a pena não fossem os miliardários do café paulistano. Não quero dizer que não deveríamos ter feito a ultrapassagem tardia, todavia saber dos remanescentes se eles ainda entendem que Paris era o centro do mundo, um mundo particular, digamos assim, já que os pobres caíam pelas tabelas nas ruas, onde adiavam a fome de hoje para amanhã. O mundo é bom, Sebastião, conquanto Sebastien vivesse nos sonhos de Trakl. Poderiam dizer-nos também que rezaram para que a Grande guerra eclodisse porque já não suportavam mais o tédio wildeano. Confessariam por fim que depois da Guerra e os fascismos, tudo ficou muito chato e incompreensível já que as madames com seus sapatos de cristal não foram  mais às ruas para desfilar ou tomar cafezinho imported from Catanduva com licor. Os miliardários estão atrás dos muros: as ruas estão às escuras e o bandido leva estilete pontudo no bolso da calça puída. Os refugiados sobreviventes na travessia do Adriático cheiram mal e infestam Paris, Londres, Berlim. O dinheiro mudou de cor e bolso. O Capital ficou tão esperto que faz que precisa do empregado até a próxima semana, porque, a partir disso, o enfia na fila interminável do seguro desemprego. Paris era uma festa para poucos e bons, anotou Ernest Hemingway que alguns críticos cobertos de plumas e paetês ridicularizaram. Resta-nos o consolo de ler Zygmunt Bauman com seu cachimbo e repetir que moramos entre insegurança e indeterminação, vielas de perigoso aclive. Freud guardou na estante A civilização e seus descontentes e a Natureza morreu com Siegfried: violência urbana, catástrofes naturais, desemprego, terrorismo, exclusão social. Quanto mais ordem houver maior será o mal-estar. Não tente fazer o download do domínio do mundo pela Razão, porque a nova ordem rege-se pelo lema (dês)ordem e retrocesso. Vá ver se eu estou na esquina e não se esqueça de levar cabresto!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s