Trajeto

001

Anneke Brassinga/Benatti

 

quarto entulhado de sapatos enjeitados

uma vez mais calçados com orgulho

ela sorri e sai da escuridão

com o sol às costas, pela viela da Porta do Leão

 

descansa à sombra, entre flores, na grama

num balde, há um macaco morto

ela veste o velho capote e seus sapatos contra o  vento frio

 

ela continua a perseguir velhos sonhos

vem  de lugares desconhecidos

onde há gravuras, traços

e saltos na areia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s