Se o grão não morre ou A recusa de Afonso Macchione em ler e compreender  São João

0011

Luiz Roberto Benatti

 

Você foi meu aluno, Afonso, mas eu juro que não consigo saber o que se passa no interior de sua cachola: você pronunciou-se publicamente pela instalação de presídio na cidade, porque, afirmou você, presos e familiares, além de guardas e carcereiros, iriam comprar no comércio local. É esse o seu entendimento de prisão. Quando veio à tona o episódio escandaloso da pedofilia no Alpino, você se fechou em copas, trancou a boca e deixou a Luciana Gimenez falando sozinha. Você mandou fechar farmácias, templos evangélicos e emissora pirata de rádio, além de ter impedido que os 670 mil músicos da cidade ganhassem nos fins de semana uns cobres extras. Farmácia? No momento, você tem 6 e deveria contar à cidade essa verdade contábil. Responda-me, se você tiver peito: teria você, como o José Serra, feito o remédio genérico? Você acabou de elogiar publicamente a creche do idoso da Vila Santo Antônio. Você deveria dizer aos habitantes de Catanduva que, por sua história de vida, a infância etc., você não tem um grama de vocação para o social. Leia São João: se o grão não morre, cara pálida, ele não apodrece na terra, e, se ele não apodrecer, novos frutos não irão nascer. Sabe, Afonso, a cidade não é sua e jamais virá a sê-lo. O administrador, como você o entende, deve gerir seus negócios particulares, porque a cidade não é uma empresa. Você, que é viajado, viu nos States cemitérios à volta das igrejas: nenhum empresário estava interessado em lucrar com a morte. O que você teria feito naqueles dias? Acorde, Afonso, para a realidade social, porque, se o grão não morre, nenhuma semente socialista irá brotar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s