Vou-me embora para Jacaúna

001

Luiz Roberto Benatti

 

Vou-me embora para Jacaúna

Diante da incultura não me deterei

Viverei de pão e água e não chorarei

Lá tenho o livro que eu quero

E na gare  tristezas não remoerei

Vou-me embora para Jacaúna

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s