O resultado das eleições em 8 lições

001

Luiz Roberto Benatti

 

1º.) O controle hegemônico da geografia eleitoral, do modo como foi pensado por Antônio Gramsci e mal conduzido pelo PT, foi à breca, quer dizer, o bastão trocou de lado;

2º.) As sementes da discórdia deitadas no terreno arroteado da Câmara local apodreceram: aqui, o PSB de Miguel Arrais bandeou-se para a direita alarmista;

3º.) Afonso Macchione, à primeira vista, pôs de pé um arco feito de eleitores desarvorados das classes baixa, média e alta que, ao preservar os anéis, perderam língua e bestunto;

4º.) Marco Vinholli, na Assembléia, devolve à cidade o direito de reingressarmos na modernidade;

5º.) Nos próximos 4 anos, como é de seu feito, Macchione, com louvor,  vai-se diplomar em Jus sperneandi, discurso que ele começou a ensaiar logo depois da administração dos Sahão;

6º.) A não ser que os Vinholli, pai e filho, tenham piedade de nós, a cidade regredirá aos tempos do malfadado 32 ou 64 ou 68 ou 70:

7º.) Está escrito nas estrelas: um dia, a classe alta de Catanduva vai assustar-se consigo própria diante do espelho. Calibã mora aqui;

8º.) Pela lei de Murphy tudo conspira contra nós a não ser que desatemos os nós.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s