AS RUAS ESTÃO ESTRANHAS ESTA NOITE

001

Ademir Assunção

 

Pétalas destroçadas tingem a noite de vermelho.

Mister Morfina se arrasta pelas ruas,

os bolsos cheios de câmaras de ar furadas,

tranqueiras e cacos de vidro.

Peixes coloridos saltam sob a luz dos semáforos.

Uma Rosa cospe um blues na poça das sarjetas.

Um Opala caindo aos pedaços

bate de frente

no Monumento aos Desesperados Anônimos.

 

O vidro do aquário se estilhaça.

Os peixes fogem montados em motocicletas envenenadas.

Orelhões suicidas gritam palavras obscenas

para velhinhas traficantes.

Mister Morfina acende um cigarro

e observa a palidez de 50 top models

que desfilam descalças

na passarela cheia de cacos de vidro.

 

Deus está solto.

E dizem que Ele está armado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s