O poder como farsa

001

Luiz Roberto Benatti

 

que pena que você não notou

que o conjunto das cenas

compunha uma grande farsa

onde diziam morsa

torno de bancada

deveria você ter entendido morsa

o bicho de presas proeminentes

bigodões e grande volume

fique de olho na conversa

cuspida por  língua mole

não confunda lima da pérsia

com chuva esparsa

frasco de perfume barato

com veneno de matar rato

fraque para as bodas da rainha Esmeralda

com lustrosa careca alva

& não perca de vista o cormparsa

fala sempre por entre os dentes

numa algaravia sem sementes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s