Quem sabe se não nos falta fôlego para o grito?

001

Luiz Roberto  Benatti

 

rápido no vôo

o pássaro chega primeiro à minhoca

mas o rato tardio fica com o queijo

sem plumas despencamos da nuvem baixa

e, quando chegamos ao queijo,

ele cheirava a mofo

minha vizinha esqueceu-se de quase tudo

até mesmo do formato do primeiro caderno

quando o beabá era cantado por crianças tímidas porém afinadas

minha vizinha cobre-se com uns panos

multicoloridos e vocifera ao vento

que os novos deuses são capazes de provocar chuva sem raios e trovões

de baixo para cima às 3 da tarde

minha vizinha toma suco de caju

misturado com rum

e repete que Cuba guarda num cofre de aço

as botas de Guevara

minha vizinha não tolera mais

os discordantes porque para ela

só os que roncam no palácio de vidro

não terão as vidraças arrebentadas

minha vizinha precisa duma metáfora

que a tire de dentro de si mesma

e a mergulhe nas águas dum rio não apodrecido

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s