Não me dei conta de que os alísios sopram onde vivo

001

Luiz Roberto Benatti

 

não me dei conta de que os alísios sopram onde vivo

ia perguntar ao poeta João Cabral

mas ele voltou para a Espanha

à procura de Mirò

o pernambucano  nos deixou com a cegueira, a surdez

e uma poesia que não sabe dizer

como as águas do córrego correm a jusante

nem se os corvos comem ovos de codorna

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s