Como a tumbérgia arbustiva e os elefantes

002

Luiz Roberto Benatti

Como a tumbérgia arbustiva, no fundo armada a ponto de se parecer com elefantes a caminho da água que dessedenta, uma vez por mês, orientados pela bússola do prof. Leandro Rosa, no calor da tarde, mas até o início da noite, nós nos sentamos no gramada da praça do aeroporto, para falar, cada um a seu modo, sobre caminhos, a canícula, tempestades de areia e a irreversível paisagem sociopoliticocultural que, liberta da adiposidade excessiva, poderia de nós fazer criaturas mais bem dispostas, num território que se fizesse cada vez  mais contemporâneo de si mesmo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s