Vive la France!

001

Luiz Roberto Benatti

No meu imaginário, os franceses são felizes não fosse por outro motivo o seria porque continuam a falar o Francês e a ler no original seus grandes autores. De um modo geral, a moçada que lhe desconhece a Língua pensa que no Brasil de uns tempos para aqui o Demiurgo reinaugurou o mundo, pequeno grande mundinho tropical cujo estofo sustenta a idéia de que antes de nós só houve províncias  decadentes. George Sand escreveu 62 romances, além de extensíssima obra complementar; vestiu-se de homem sem querer passar por lésbica, fustigou o casamento, defendeu a mulher e tomou a defesa de trabalhadores e pobres sem rezar por qualquer cartilha estalinista antes da existência de Stálin. Jean-Paul Sartre ficou devendo-lhe o nome do jornalzinho La cause du peuple. Como era perspicaz não teria caído no conto da carochinha do síndrome de Estocolmo. Quanto mais frágil a Cultura tanto mais retardados povoarão o planeta.Já leu La mare au diable? Procure lê-lo antes que o pântano seque.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s