Chuva

001 

Dito Inácio

 Controle seus pensamentos, disseram-me.

Eu bem que queria

mas seria um pouco como ser chuva

e não tagarelar nos telhados

não escapar por entre os mais ínfimos recantos

não me alongar como uma goteira

e terminar o fio desenhado num barulho que é quase música

e que, por quase ser, começa de novo e outra vez

para tentar ser realmente.

Porque as goteiras têm disso,

de se encantar com seu ato final

no qual terminam confirmando,

no chão ou num balde sempre pequeno demais,

o que estavam cantando nos telhados.

É resistência.

É isso.

Repare como as goteiras são mais som do que molhado.

Por isso minha tagarelice tem a insistência leve das goteiras

essa coisa de ser o que nelas não pode ser outra coisa

além daquilo que são,

essa coisa de ser água na aparência

mas só nascer de verdade quando o que parecia ser a gota final

espalha sua forma num murmúrio breve,

que parece música.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s