Vou-me drogar e as pessoas irão me amar para sempre. Assim, poderei destruir a Humanidade

Luiz Roberto Benatti

 Em vez de ter escrito Mein Kampf na prisão, esse poderia ter sido o melhor título para os propósitos paranoicos de Adolfo Hiter – Ich werde mich selbst betäuben und die Leute werden mich für immer lieben. So kann ich die Menschheit zerstören.Ele pôs a indústria farmacêutica alemã a serviço da produção em massa de anfetamina e, a seguir, turbinou toda a tropa que, no frio intenso da Rússia, parecia ensandecida, até que os efeitos do veneno começaram a fazer efeito contrário. Hitler e os generais também se tornaram nóias e, mais tarde, finda a guerra, parte da população. Hitler era um demônio, mas o que ele desencadeou está aí, à vista de quem quiser enxergar. Os chefões do tráfico parecem ganhar a batalha de 3 a zero.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s