O futuro é quando?

ROMANIA. 1968.

Luiz Roberto Benatti

Por que você fez esse gesto com a mão direita? Estou conversando com você. Esqueci-me disso: vocês são cheios de gestos, conversas intermináveis, resoluções que fazem as coisas andar para trás Você é pelo futuro ou só tem um coração imenso cheio de recordações? Poderia perguntar-lhe também que idéia tem você do presente? Pergunte à vontade, mas não sei todas as respostas. Ainda bem que você admite que da missa só sabe 1/40 avos. Aprendeu Matemática? Com o Nélson Pires, no velho Barão. escola que lhe indicava o melhor caminho para o futuro. O prefeito da cidade estudou no Barão? Estudou mas já se esqueceu de muita coisa, p.ex, de que você deverá ver no outro uma criatura feita de necessidades. Ele tinha necessidades naquele tempo? Muitas. Era um aluno tímido e meio cinzento no sentido do aprendizado. Por que ele não se importa com o futuro? Quem disse isso? Pelo número de empresas que acumulou, deduzo que ele conseguiu com a ajuda de algum ET transformar o futuro num presente-agora. Tudo é possível. Você tem a lembrança duma boa frase sobre o futuro? Tenho: William Shakespeare. Aí vai: “Não será nas estrelas que iremos buscar nosso destino, mas em nós mesmos“. Diga-me aqui, bem baixinho, na minha orelha pontuda: O prefeito gosta do futuro? Não sei não, mas desconfio de que ele acredita que tudo no futuro vai virar pó.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s