A lição

001

Maya Angelou/Benatti

continuo a morrer um vez mais
colapso de veias abertas  como os
punhos minúsculos da criança
adormecida.
lembrança  de velhos túmulos
carne podre e vermes
não me convencem de que aceitei
o desafio. Os anos
e o  frio da perda vivem no fundo
das linhas  de  meu rosto.
e deixaram aborrecidos meus olhos e
eu  continuo a morrer
porque eu gosto de viver.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s