Todas as geografias serão assemelhadas

001

Luiz Roberto Benatti

 

todas as geografias serão assemelhada

quando nelas você grudar velhas dores

o medo de estar acuado

modela o latido do cão de guarda

e ele volta a limar o osso pálido

como se naco de carne

de pesadelo lhe sobrasse

o dínamo que fabrica as águas

não se faz numa cratera vulcânica

entre números e vozes histéricas

a vida correrá solta

sem seixos ou cascalhos

até o mar até o mar até o mar

nada é tão claro quanto a estranha

criptografia das penumbras da madrugada

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s