Cuatro milongas brasileñas

001

Luiz Roberto Benatti

para Marilda Carvalho

 

Milonga da mentira

só minto quando falo a verdade

ando pra cima ao cair   para baixo

habito a ponte de sonhos

com gatos e corujas  da herdade

se me vêem na puberdade

estarei sem dentes na caducidade

embrulho com trapos a amizade

camuflo o punhal  da atrocidade

incorruptibilidade?

a palavra é tão longa,  que eu tropeço

logo na loquacidade

& reaprendo a gíria da imbecilidade

 

Milonga dos enamorados

numa milonga de fato

o corpo nunca está embolorado

ele sabe quando lançar-se

de modo aerotransportado

 

numa milonga de fato

não fique acabrunhado

ao suor segue-se o suor

não se sinta bimarginado

 

numa milonga de fato

a parceira rompe o cadeado

todavia o peso do músculo

jamais será extremado

 

numa milonga de fato

não se sinta tigre enjaulado

no peito leve uma rosa

a flor dos condecorados

 

Milonga do hospício de Charenton

 

por que não pode o louco ser louco

se o mundo não é são tampouco?

cada  navio tem o próprio balouço

às tábuas que rangem  você faz ouvido mouco

 

Já sei! Você tem o remédio para o doido:

manter Napoleão recluso  em Elba

como? se ninguém sabe se foi aguerrido

ou se vestia  dólmã de ouro cerzido

 

Milonga da desencontrada paixão

sangra a paixão ao entardecer

desconexão com o vento bravio

repuxão de nuvem cinzenta

quem não queria agora pensou em  morrer

 

derrete-se a paixão ao meio-dia

intromissão da areia podre

olhar medíocre e acre

o tronco tomado pela acídia

 

a paixão não sangra ao amanhecer

a abelha busca a rara flor da paixão

as maitacas papeiam até a rouquidão

os moribundos reaprendem  a viver

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s