Aqui, o nosso brado é sempre retumbante, sempre, porém, gritado no fundo dum poço seco

002

Luiz Roberto Benatti

 

Susan Sarandon, com quase 600 mulheres norte-americanas de todas as cores e tamanhos, foram presas por protestar nas ruas, aos berros, contra a política trumpísta de confinamento  do migrante em campo de concentração. Como nossas cabeças são ocas e envelhecidas no pior sentido, nem mesmo sabemos quem possa ser a atriz norte-americana que, em 2011, chamou  de Nazi o papa Bento XVI. Altamente competente como atriz, não se esquece também de ajudar com dinheiro os movimentos de protesto, ao contrário do nosso fabuloso jogador que coleciona jato e carros de luxo. Susan é contra a pena de morte e o encarceramento em massa, ao contrário de nosso heróico eleitor que economiza no churrasco para comprar bala para o fuzil do Bolsonaro. A atriz contribuiu com os protestos contra a segregação de gênero de adolescentes. Abobrinha é conosco, faca nos dentes é com os norte-americanos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s