O paraíso

001

Dolors Miguel

Se um homem atravessasse o Paraíso em um sonho e lhe dessem uma flor como prova de  que havia estado ali e se,  ao despertar, encontrasse essa flor em sua mão… então o quê? Coleridge

Atravessei o paraíso num  sonho
e me deram uma flor.
A flor estava ali quando  despertei,
sobre os lençóis. Era belíssima.
Mostrei-a à  minha mãe
que vivia trancada no coração de uma alcachofra,
fiando a seda de seus olhos, trabalhando-a
nuns maravilhosos sudários de mil cores
Estive no paraíso, mãe – eu lhe disse.
E ela tirou do bolso
uma flor seca, igual, idêntica.
Soube então
que não havia sido suficiente
ter estado no paraíso.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s