Diário de Eliza Vidotto Bernardo

Luiz Roberto Benatti

      Em abril de 1915, nono mês de vida de minha mãe, o papa Beneditto XV escreveu a Oração para rogar a Deus a paz/Preghiera per implorare da Dio la pace, cujo impresso minha avó Amélia Biondo recebeu numa igreja de São Simão, SP. Nascida em 1914, nesse ano e no seguinte, minha mãe adormeceu num cesto de vime (benate em hebraico) protegida do sol pela sombra rala do pé de café, enquanto a Europa lutava contra a Europa, com a ajuda do mundo.

A Primeira guerra mundial foi a última grande batalha lírica, tanto é verdade que o movimento socialista fendeu-se de alto a baixo entre aderentes e opositores do conflito.

Em 1915, a geada queimou o cafezal de meu avô e ele se mudou, de mala e cuia, com a família, em carro de bois, para Ururaí, proximidades de Santa Adélia, onde cresceram minha mãe e as irmãs (além dos homens) que, com as amigas, tornaram-se as beldades pré-casadoiras da vila. Meus avós prosperaram com o empório e puderam viajar emperequetados para São Paulo.

Em 1933, Nosso Senhor Jesus Cristo e a amiga queriam ser lembrados por minha mãe e, dois anos depois, as moças convidavam o povo da vila para o baile de chita.

Minha mãe tinha 18 anos: ela e a irmã Maria estavam florescentes.

Meu tio Frederico, irmão de meu pai, não foi ao casamento de minha mãe, mas ela lhe enviou convite para visitar “sua casinha”.

Os tempos eram singelos para o exercício da camaradagem.

Em 1943 (outra guerra), para se deslocar de Ururaí para Araraquara ou Santos, minha mãe precisou  exibir carteira de salvo-conduto. As barreiras étnicas ou políticas, desde que o mundo é mundo, deram sempre o sinal da falta de graça.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s