Eli queria chegar a Alcatraz

001

Luiz Roberto Benatti

Solitário, nos primeiros tempos; depois, acompanhado de Solara, Eli seguia para o Oeste: seu objetivo era chegar à Baía de São Francisco, em Alcatraz, a fim de ditar a Bíblia, na versão do Rei Jaime e, com isso, permitir  que o livro fosse lido pelos sobreviventes de um  mundo apocalíptico. O prédio  foi erigido em 1828, destinado a ser prisão militar; entre 1934 e 1963, tornou-se prisão federal e ganhou notoriedade no mundo todo como presídio de fuga quase impossível. Como ator, Clint Eastwood dali fugiu no filme Escape from Alcatraz. Num momento em que  no Brasil fala-se tanto em liberação de armas, bandidos e cadeia, os entusiastas do uso de revólver poderiam meditar sobre a biblioteca da prisão famosa e em seu acervo de quase 15 mil volumes, dos quais os internos liam, em particular, além da Bíblia, Kant, Schopenhauer, egel Hegel, ou Jack London, Alexandre Dumas, Conrad e Cervantes, dentre inúmeros outros grandes escritores. Depois de sua morte, Eli é substituído por Solara, no enfrentamento do mal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s