Receita de imaginário para um almoço campestre  com delirantes

001

Luiz Roberto Benatti

 

Ingredientes: bebê e gato de poucos dias, cinto e janela aberta num apartamento de andar alto.

Modo de se fazer: leve o gatinho para a sala. Pegue o cinto pela fivela e execute movimentos serpenteantes com o cinto.

Efeitos: o animal de poucos dias dará um pulo para trás para se proteger duma víbora incrustrada em seu cérebro.

Agora experimente  com o bebê: leve a criança para a sala etc.

Efeitos: a criança continuará impassível.

Experimento da janela: segure o bebê pela barriga e costas até aproximar a criança, posta de cabeça para baixo, do abismo.

Efeitos: a criança não terá acelerado os batimentos cardíacos.

Repetição do experimento com o gato: leve o animal até a janela etc.

Efeitos: o gatinho de poucos dias vai-se contrair, acelerar as batidas do coração, arranhá-lo e fazer o que puder para saltar de volta ao quarto. Cuidado com os arranhões!

Conclusões: o imaginário não é o real e o real, ainda que deva algo para o imaginário, não é o imaginário. A criança, futuro adulto, por força das mudanças cerebrais, conecta-se muito mal com as porções instintivas do cérebro quando se trata de distinguir cobra real de cobra imaginária, mas, na condição de adulta,  instinto e imaginário poderão embaralhar-se. Nota: sempre que ela sujeitar-se a um líder de voz poderosa capaz de infundir-lhe na alma o temor do mundo hostil e indicar a ela o modo de se usar o mapa de reconhecimento do inimigo,  ela estará pronta para ser embalada por quem quer vê-la sem vontade própria . A não ser pela ração e outros bons tratos com humanos, o gato não vive na cultura onde se aloja o fascismo. Se você disser ao gato que existem criaturas como Pabblo Vittar ou Anitta, ele permanecerá indiferente. Todavia, poderá, depois de farejar a mão de Jair Bolsonará, correr para um canto escuro da casa para se proteger. [Nota: Já realizei os dois experimentos.]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s