Lições do Hagakure (apócrifas), IV

001

Luiz Roberto Benatti

 

“Vou cortar a sua língua”, “Decepar o seu nariz”, “Estourar o seu ouvido”, “Arrancar as suas mãos” e “Cegar os seus olhos”. Com a mutilação dos órgãos dos sentidos, transformamos o adversário – filho, marido, mulher, vizinho – em homúnculo, pecador bíblico atingido pela lepra, soldado mutilado no fronte do dia-a-dia psicótico. Em Samuel Beckett, as personagens mutiladas – dramatis personae saída do inferno de Dante – resultaram dum mundo sem rei nem reino. Deveríamos aparar as unhas com cutelo.

Midas, midías – quase tudo ocorre entre a poltrona e a tela da televisão. Tudo ou quase tudo serve para se transportar o produto do roubo. King James fez tradução caprichada da Bíblia mas não lhe  previu  mau destino nem o fabricante de cueca teria encontrado para o falo umedecido nicho tão precioso. O ladrão do erário público continua a tombar a cabeça cheia de sono no regaço aquecido de mamãe. Dorme, mamãe, tudo isso eu faço por você. Papai foi um crápula.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s