Lições do Hagakure, II ( apócrifas)

001

Para  Elko Perissinotti

Luiz Roberto Benatti

 

Das máscaras gregas, preferimos a de olhos esbugalhados da tragédia: trono manchado de sangue, gritos histéricos, punhais sem gume; o drama, pós-homérica, é idêntica ao nosso televisivo cotidiano banal, enquanto que o cômico é o avesso do que rejeitamos. Rir-se é o pior veneno.

Não insista em dizer “não”, quando o contendor diz “sim”.Com o  arco retesado, mantenha a respiração sob absoluto controle. Se você se esqueceu de levar o guarda-chuva, sob forte aguaceiro, aprenda como se molhar sem empapar os sinais de clara percepção do mundo aparente.

O caminho é apenas uma vereda: distraia-se com os pássaros e o desenho das nuvens. Há ocasiões, em que a gazela aproxima-se tanto de você, que os dois  se vêem no fundo dos olhos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s