Demian,  de Herman Hesse

 

001

Silvia Gabas

Em 2019 o livro Demian, escrito por Herman Hesse, completa 100 anos de sua primeira publicação.
Demian é o primeiro grande livro de Hesse no caminho da sua indiscutível obra-prima, O lobo da estepe.
O escritor nasceu na Alemanha, em 1877, atravessou as duas grandes guerras e faleceu aos 85 anos, em 1962.
Demian exerceu uma influência decisiva sobre toda uma geração e é considerado um dos grandes livros do século XX.
O livro é uma viagem existencial para dentro de si mesmo e, mesmo em tempos de enorme desumanização como são os nossos, ainda poderá representar para muitos a fagulha que dará início às grandes labaredas de questionamentos a respeito da vida e do que é, afinal, esse experimento único e insubstituível da natureza que é um homem que pensa, sente, vive e morre.
A vida de todo ser humano é um caminho em direção a si mesmo, a tentativa de um caminho, como seguir  um simples rastro. Homem algum chegou a ser completamente ele mesmo; mas todos aspiram a sê-lo, obscuramente alguns, outros mais claramente, cada qual como pode. Mas cada um deles é um impulso em direção ao ser. Todos temos origens comuns: as mães; todos proviemos do mesmo abismo, mas cada um – resultado de uma tentativa ou de um impulso inicial – tende ao seu próprio fim. Assim é que podemos entender-nos uns aos outros, mas somente a si mesmo pode cada um interpretar-se”.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.