Manuel Bandeira e Juana de Castela, a louca

Luiz Roberto Benatti

 

Quando andava pelos 16 anos, Bandeira leu o nome Pasárgada na versão grega, como a conhecemos. Deu-se conta então de que era o  nome duma cidade persa, sob o domínio de Ciro II, no Irã atual. Muitos anos depois, em momento de profunda melancolia, ao pensar na cidade que ele imaginara ser o lugar da vida ideal, concebeu o verso inicial do poema “Vou-me embora pra Pasargáda”:a  depressão do poeta fora motivada pela tuberculose, doença que o acompanhou pela vida afora. Escreveu o poeta pernambucano: “Vou-me embora pra Pasárgada/vou-me embora pra Pasárgada/aqui eu não sou feliz/lá a existência é uma aventura/de tal modo inconsequente/ que Joana a Louca de Espanha/rainha e falsa demente/vem a ser contraparente/da nora que nunca tive”. Bandeira jamais se casou, ao contrário de Joana que, aos 16,como Bandeira, foi prometida em casamento ao príncipe Filipe,o belo,duque da Burgúndia, nas Flandres. Ela nascera em Toledo, capital do Reino de Castela. Era filha de Isabel e Fernando de Aragão. Prepararam-na para ser rainha: estudou religião, etiqueta, dança, música e equitação: a par  de várias Línguas de Espanha, sabia Francês e Latim. Filipe era filho de Maximiliano I. Estabelecia-se, desse modo, a aliança entre Habsburgos e Trastámaras, como modo de contrapor-se ao poderio da França. Filipe era infiel e um sujeito politicamente confuso: usurpou a herança de Joana e mandou aprisioná-la como louca varrida.   Longa e saturada de lances cinematográficos é a história europeia: a   Espanha foi poderosa. Joana morreu no Convento Santa Clara de Tordesilhas. Foram estreitíssimos os laços de ligação entre Espanha, Portugal e o Brasil, de tal modo que a depressão de Joana, combinada com melancolia e psicose tem muito para nos ensinar sobre como sacolejavam as carruagens reais, numa época em o povo não sabia que ia ser povo um dia. Embora tivesse errado no diagnóstico de Joana, Bandeira acertou na redondilha. Depressão e melancolia dialogam com depressão e melancolia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s