Ouça agora o chapéu

Luiz Roberto Benatti

002.png

 

 

Esforço extenuante, depois de nidificar, as grandes tartarugas verdes retornam ao mar. Como estão fatigadas, são castigadas pelo calor da areia escaldante ou morrem presas às pedras. Os tubarões ficam à espreita para devorá-las. Tartarugas e tubarões fazem isso há milhares de anos e cortam os mares porque eles são sua estrada real. Tubarões e tartarugas não usam chapéu e nós os abandonamos num porta-chapéu entre os anos 40 e 50s. Agora, ficamos com a massa encefálica exposta ao sol da demência. Não sabemos mais para que servem rios e árvores e vomitamos rejeito de ferro para construir  uma cama hospitalar onde deitamos nosso chapéu esburacado. Foi-se o tempo em que a maçã de Eva imprimia-se no rosto rosado  do burguês de Magritte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s