Mantra do cofre

001.png

Luiz Roberto Benatti

 

a tarde se deitava nos meus olhos

e meu cofre jamais se viu

bem que o Onofre o campeou

no Estácio e no Arpoador

você me chamou de burra

e eu disse é isso mesmo seu asno

porque é na burra que eu guardava

minhas promissórias da 14ª. batalha

agora tudo cheira a enxofre

e eu vou-me esconder num caixote

cofre, cofre, cofre

minhas paixões não são os pobres

que sofrem e não têm cobre para guardar no cofre

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.