001

Luiz Roberto Benatti

001.png

Para Matheus Russino Melhado

 

 

 

Delacroix pintou com muito capricho a tela “Mulheres argelinas” que deixou Pablo Picasso exultante. O espanhol veio, depois voltou para o estúdio  e tornou a colocar-se diante da tela muitas vezes, até que, gravados os detalhes na cachola, ele pôde trabalhar  incansavelmente em suas 15 versões da pintura de Delacroix. Um Delacroix por 15 Picassos.

001.pngAs 15 telas de Picasso renderam uma montanha de dinheiro, até o momento, porque os miliardários do mundo recebem grana transferida de Vênus e sonham dia e noite em como deveriam fazer para salvar o dinheiro da corrosão inflacionária e a traça faminta. Se lhes faltam, às vezes, gosto pela estética refinada, contratam um personal painting com  fome de gravata italiana e com ele aprendem a distinguir  Giacometti de Moore.

Os miliardários são conscientemente felizes, charmosos e perfumados. No livro- caixa das 15 versões, estão anotados os lucros de algumas delas: a versão J foi comprada por 18 milhões de dólares; a K por 7; a L por 11; a M por 10 e a O por 140 milhões de dólares. Entendem os economistas de vanguarda que tais compradores só gastam em Arte o equivalente a 1% de sua riqueza, e isto implica em dizer que, se o ricaço pagou 140 milhões, é porque ele guarda na canastra 140 bilhões. Nada mal, porque os humilhados & ofendidos, ao devorar o osso roído do cão, nem sabem quem foram Delacroix ou Picasso. Para os apreciadores de fantasias sexuais ou sensuais, franceses e outros europeus fin de siècle, muitas vezes, viajaram para a Argélia, o Marrocos e a Tunísia para dar uma espiadinha básica nas tetas e nos coxobus das negras cobertas por estonteante beleza. Em Delacroix elas papeiam descontraídas e bem  naturais; em Picasso, trocaram a estonteante  nudez pelo enquadramento cubista.O Cubismo esconde o erotismo embaixo da caixa de tintas.  Resta-nos encerrar estas digressões com Santo Agostinho, de quem a Igreja insiste em não nos revelar a origem argelina, e Alberto Camus que se antecipou à fúria contra o árabe nO estrangeiro. O santo revelou detalhes de sua vida promíscua nas Confissões, porque na zona do meretrício ele se deitou com as mulheres de Argel  dos dois pintores. Os bilionários? Existem cada vez mais em menor número, enquanto os pobres multiplicam-se por 10, 100, 1000. As mulheres de Argel não são para o queixo caído dos pobres.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.