O cachorro do vizinho

001.png

Luis Chaves/Benatti

O cachorro do vizinho mordeu o dono. A seguir, foi acorrentado à porta da garagem por três anos. Hoje voltei à noite e vi aquela protuberância preta dormindo de  olhos abertos.

Vim  vê-lo  depois de vários meses de intratabilidade. Eu menti quando falei de progresso, como antes eu havia mentido  sobre fidelidade. Na mesa ao lado havia mais cervejas do que pessoas e na nossa, quando você se inclinou, um refletor atrás de mim me cegava.

Agora eu penso no olhar vazio que não é mais dum  animal de estimação e que eu não sou pior do que  os  vizinhos.

Um dia vou libertar esse cachorro. Um dia eu serei alguém  com uma luz esplendorosa na  cabeça.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.