Iberê Camargo

Luiz Roberto Benatti

O gaúcho Iberê Camargo foi um grande pintor, mas em SP talvez façamos questão de ignorá-lo.No dia 5 de dezembro de 1980, ele atirou e matou o jovem engenheiro Sérgio Alexandre Esteves Areal que brigava na rua com uma mulher. O pintor foi preso e, a seguir, absolvido por legítima defesa. Ele não gostava de cães, mas adorava o gato Martim que ele botava no bolso do macação enquanto pintava. Depois da tragédia, a pintura de Iberê revestiu-se de intensa dramaticidade que se revelava em tons azulados e quase sombrios.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.