Gramática sadomasoquista dos sonhos

Silke Scheuermann/Benatti


com tudo o que muda do indicativo para o  subjuntivo
a noite  debruça-se sobre o  dia e encaixa as  mãos no topo
da cama. Tudo o que não dissemos cresce no
branco da pele onde  torniquetes bloqueiam o sangue.
ex machina, o luar acende-se
estranhos ao idioma, conjugamos o mais breve dos alfabetos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.