Comida estragada

Luiz Roberto Benatti.

chuva estrada congestionada troca de pneu

farol caolho

quando abri o portão

meu gato miou repetidas vezes

até que eu abrisse a porta

ele se entrançou entre o sapato e a barra úmida da calça

até que eu lhe desse uma sardinha sem escamas

comprada em Brasília

ele se atirou com sofreguidão ao prato

arrancou uma lasca e  miou de forma estranha

e pôs para fora o que tentava comer

o peixe estava meio apodrecido

mas eu não havia me dado conta

tarde da noite tive de levá-lo ao jardim

para ele mascar  umas folhas de grama

e curar-se das contorções no estômago

depois disso, ele olhou para mim

dum tal jeito, que eu entendi que

da Capital da República ele não queria

nem mesmo  o mais apetitoso carpaccio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.