CINCO POEMAS DE SAMUEL BECKETT


Tradução de Rubens Rusche.

1. sem título

I would like my love to die
and the rain to be raining on the graveyard
and on me walking the streets
mourning her who thought she loved me

Queria que meu amor morresse
e que chovesse no cemitério
e nas ruas por onde passo
a prantear aquela que julgava me amar

2.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é image-22.png

on all that strand
at end of day
steps sole sound
long sole sound
until unbidden stay
then no sound
on all that strand
long no sound
until unbidden go
steps sole sound
long sole sound
on all that strand
at end of day

Rondó

por toda aquela orla
no fim do dia
único som de passos
por muito tempo único som
até súbita parada
então nenhum som
por toda aquela orla
por muito tempo nenhum som
até súbita partida
único som de passos
por muito tempo único som
por toda aquela orla
no fim do dia

3.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é image-22.png

thither
a far cry
for one
so little
fair daffodils
march then

then there
then there

then thence
daffodils
again
march then
again
a far cry
again
for one
so little

de lá

de lá
um grito distante
para alguém
tão pequeno
belos narcisos
avante então

então ali
então ali

então dali
narcisos
de novo
avante então
de novo
um grito distante
de novo
para alguém
tão pequeno

4. sem título

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é image-22.png

away dream all away

vai-te sonho vai-te de vez

5. Something

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é image-22.png

something there
where
out there
out where
outside
what
the head what else
something there somewhere outside
the head

at the faint sound so brief
it is gone and the whole globe
not yet bare
the eye
opens wide
wide
till in the end
nothing more
shutters it again

so the odd time
out there
somewhere out there
like as if
as if
something
not life
necessarily

Algo ali

algo ali
onde
lá fora
fora onde
do lado de fora
o quê
a cabeça o que mais
algo ali em algum lugar lá fora
a cabeça

ao menor ruído tão breve
foi-se e o globo todo
ainda não despido
o olho
abre-se
escancara-se
até que enfim
nada mais
encubra-o de novo

assim o tempo restante
lá fora
em algum lugar lá fora
igual a
como se
algo
não a vida
necessariamente

(In SAMUEL BECKETT – The Grove Centenary Edition, Volume IV)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.