Lyndon Johnson e Mr. Bráulio, o eterno companheiro

Luiz Roberto Benatti.

Johnson foi o 36º. presidente dos Estados Unidos, de 1963 a 1969, período dramático de volumosa imersão na guerra do Vietnã, para a qual ele aumentou de 16  para 525 mil o número de soldados na Ásia. McNamara o convenceu de que os norte-americanos iriam vencer a guerra porque, a cada semana, o número de asiáticos abatidos era maior que os da casa. A par da belicosidade, Johnson deu à pobreza duro combate, lutou contra  a segregação racial bem como a favor do controle de armas por civis. Na questão pessoal, ele adorava o próprio Bráulio que os norte-americanos chamam de Dick. Se, na hora de urinar na Casa Branca, topasse no banheiro com algum conhecido, balançava o Bráulio para exibir a grandeza do aparato. Perguntado por um repórter sobre as razões que tinham contribuído com a guerra do Vietnã, abriu a braguilha, tirou o negócio para fora e disse: “Foi por isso aqui!”Ele apelidou de Jumbo seu famoso membro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.