Meio-dia


Frankie Laine/Benatti.

não me abandone,  minha querida
no dia do casamento
não me abandone,  minha querida
espere, fique comigo
 sei apenas que devo ser corajoso
e  enfrentar o homem que me odeia
ou mentir como um covarde
ou mentir como um covarde no meu túmulo
 ser dilacerado por amor e dever
supondo que eu perca a  beleza de meus cabelos loiros
e olhe  aquela mão pesada  se mover
perto do meio dia
ele fez uma promessa  na prisão estadual
jurou que seria a minha vida ou a dele, e
eu não tenho medo da morte, mas
o que devo fazer se você me deixar?
não me abandone,  minha querida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.