Milonga dos enamorados

Luiz Roberto Benatti.

numa milonga de fato

o corpo nunca está embolorado

ele sabe quando lançar-se

de modo aerotransportado

numa milonga de fato

não fique acabrunhado

ao suor segue-se o suor

não se sinta bi-marginado

numa milonga de fato

a parceira rompe o cadeado

todavia o peso do músculo

jamais será extremado

numa milonga de fato

não se sinta tigre enjaulado

no peito leve uma rosa

a flor dos condecorados

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.